laptop-black-friday-shopping

Black friday ou black fraude? 

Tudo pela “metade do dobro” é assim como muitos conhecem a Black Friday no Brasil. O aumento dos valores dos produtos no dia anterior a Black,  prática realizada e habitual entre comerciantes, tanto em lojas físicas como em e-commerces. 

De acordo com o Reclame Aqui, o número de reclamações em 2019 aumentou 59% em relação ao ano anterior. A publicidade enganosa é o principal motivo, seguido da questão de finalização de compra, atrasos na entrega, diferenças de valores e compensação do valor pago.

Sempre há reclamações e suspeitas de descontos errados. Algumas lojas oferecem descontos falsos: aumentam os preços antes da Black Friday e restauram os preços normais no mesmo dia nas promoções publicitárias. Não deixe de  pesquisar e monitorar os preços dos produtos solicitados todos os dias. Alguns sites exibem histórico de preços e comparam entre diferentes lojas, como Zoom, JáCotei e Buscapé

Nossa dica aqui da Carlos Pinto Advocacia, caso você passe por alguma situação chata neste período de compras durante a black friday  é:  denunciar, caso ache necessário,  propagandas enganosas ou outros tipos de questões. O consumidor pode utilizar o canal de atendimento do Procon (Programa de Defesa e Proteção ao Consumidor).

Outra dica é uma ferramenta muito útil chamada  Black ou Fraude, criado pela startup Reduza. Com ela, é possível identificar falsas fraudes e promoções. Muitas vezes, são anúncios com preços irrealistas que chegam por e-mail ou aparecem nas redes sociais. Fiquem espertos!

 

Por: Mayara Coelho – Marketing – Copy

 

Comentários Facebook

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *