cytonn-photography-vWchRczcQwM-unsplash

JOINT VENTURES: COMO POTENCIALIZAR O SEU NEGÓCIO ATRAVÉS DE ALIANÇAS ESTRATÉGICAS

“A união faz a força”. Esse ditado popular traduz bem as parcerias empresariais denominadas joint ventures, que vêm ganhando espaço no mercado a cada dia.

Isso porque a união de recursos, financeiros ou não, é capaz de potencializar o negócio das mais variadas formas, que vão desde a expansão do empreendimento, com abertura de novos mercados, ao acesso a novas tecnologias e compartilhamento do conhecimento. 

Assim, as possibilidades e benefícios que a constituição de uma joint venture pode proporcionar ao negócio são inúmeras. Mas a parceria também envolve riscos inerentes à união de sócios.

Para compreensão prática das implicações dessa parceria, elencamos vantagens e desvantagens desse tipo de negócio.

Vantagens da joint venture:

  • Expansão do negócio, como a entrada em novos mercados;
  • Maior participação no mercado em que já atua; 
  • Melhor tecnologia e mais compartilhamento de conhecimento;
  • Acesso a novos recursos.

Desvantagens da joint venture:

  • Choque de cultura e de tipo de gestão, que podem ocasionar baixa cooperação e integração;
  • Dedicação de tempo e esforço aquém do necessário de uma das partes.

Verificada que a joint venture é uma boa opção para seu negócio, é possível  potencializar as vantagens e minimizar as possíveis desvantagens desse processo.  

Por isso, listamos abaixo algumas dicas para o sucesso da sua joint venture.

Dicas:

  • Verificar se as empresas envolvidas possuem os mesmos objetivos de negócio;
  • Tenha transparência nos objetivos e perspectivas;
  • Defina expectativas realistas;
  • Tenha muito bem definido o que cada parte irá realizar;
  • Sempre olhe para o bem do negócio;
  • Aja com lealdade ao projeto;
  • Tenha um contrato claro, simples e objetivo, que abarque todos os pontos tratados acima;
  • Revise o contrato sempre que preciso para deixá-lo o mais alinhado à vontade das partes.

Agora que foram esclarecidos pontos práticos dessa parceria, é possível verificar a viabilidade da joint venture para o seu negócio, bem como os cuidados e procedimentos a serem adotados. 

E a CPADV pode te ajudar a colocar a “mão na massa”! Converse com um de nossos especialista e crie sua fintech agora!

Carlos Pinto Advocacia Estratégica
Por Rafaella Simonetti